Você quer que sua consultoria de Agricultura de Precisão conquiste novos clientes, mas sente que algo te impede? Confira o artigo que pode te ajudar a detectar e corrigir estes problemas.artigo-final

Olá, tudo bem com você? Em primeiro lugar gostaríamos de agradecer por você estar aqui, no blog da InCeres, consumindo todos os tipos de conteúdo sobre Agricultura de Precisão e Agricultura Digital, preparado por nós, da equipe InCeres, além de uma equipe de diferentes especialistas, professores e pesquisadores que colaboram conosco para entregar para você conteúdo de qualidade, sempre.

Bom, vamos direto ao ponto? O artigo de hoje é focado para empreendedores, quem quer fazer a diferença no mercado agro e, é claro, alavancar o seu próprio negócio.

Nós temos um bom – e longo – relacionamento com o mercado das consultorias agrícolas, ouvindo os problemas enfrentados pelos consultores do setor de Agricultura de Precisão e sua equipe, seja de campo ou escritório, em seu cotidiano de trabalho.

É com base nos problemas enfrentados pelos consultores de Agricultura de Precisão que nós desenvolvemos as soluções e funcionalidades que levam a marca e o nome InCeres, tudo produzido para ajudar os consultores, agricultores, usinas, enfim, todos que estão sob o manto da agricultura no Brasil, empoderando-os para conquistar novos negócios, novas parcerias, crescer no mercado ou fazer a diferença na sua cooperativa ou região.

Nós entendemos – e muito – sobre soluções digitais para Agricultura de Precisão, mas em nossas “andanças” e conversas pelo país, conseguimos detectar também barreiras que impedem o crescimento das consultorias de Agricultura de Precisão, que impedem você, consultor, de conquistar novos clientes e expandir seus negócios.

Este é o foco do artigo de hoje: a InCeres listou 5 barreiras que impedem a sua consultoria de conquistar novos clientes, barreiras estas ouvidas diretamente dos próprios consultores agrícolas, que detectaram, enfrentaram e superaram elas, claro, com a ajuda da InCeres.

Mas é claro que não íamos mostrar só a parte negativa da história, não é? Então fique atento, por que temos também algumas dicas de como resolver estes problemas de maneira simples e acessível.

Última coisa: gostou do nosso artigo? Se identificou com os problemas aqui listados? Conseguiu superar algum deles e notou um crescimento em sua consultoria? Conta a sua história pra gente e vamos atualizando o conteúdo, ajudando cada vez mais a categoria dos consultores agrícolas (e de Agricultura de Precisão) do Brasil.

Agora sim, vamos ao artigo!

Estrutura humana

Uma das principais barreiras que impedem a sua consultoria agrícola de crescer e conquistar novos clientes é, na verdade, um dilema enfrentado pelos consultores agrícolas com o próprio crescimento de seu negócio. Pois é, o crescimento pode boicotar e limitar um crescimento maior.

Você abriu a sua consultoria agrícola, está prestando um serviço de qualidade e isso está abrindo os horizontes para novos clientes e mais e mais hectares à serem trabalhados. Mas aí vem a pergunta?
Com o crescimento da área e clientes que receberão a consultoria, eu preciso aumentar o tamanho da minha equipe de campo e, até mesmo, de escritório? E o pior, aonde encontrar profissionais capacitados e de confiança, que precisarão de tempo para se adaptar ao modo operante de trabalho da consultoria.

E aonde arranjar tempo para esta tarefa, já que ela pode ocorrer em um pico de trabalho extremamente alto, em época de planejamento ou colheita, com alta rotatividade de serviços e solicitações de seus clientes?

A solução para este problema? O primeiro passo é ter calma. O segundo passo, em momentos como este, é otimizar a sua equipe e as tarefas que ela efetua.
Todo este serviço manual, com alto teor de tendência à erro humano no processo, impacta em um desperdício de mais de 10% de tempo do membro de sua consultoria agrícola enquanto faz o processo de coleta, tempo este que poderia ser utilizado em outras tarefas.

Para resolver isso é muito simples e acessível: basta ter um software para Agricultura de Precisão que, além de gerar a mais eficiente grade amostral do mercado, gera também etiquetas que contém muito mais informações sobre o ponto (Fazenda, Quadra, Talhão, Tipo da Amostra Coletada, Profundidade, etc.) e que são impressas e coladas nos saquinhos na hora, logo depois da coleta.

Um outro exemplo de desperdício de tempo, é o início do processamento de dados. A organização dos dados recebidos do laboratório consome cerca 40% do tempo, o que representa aproximadamente 30 minutos por processamento.

Ou seja, só aí somamos 50% à mais de tempo que pode ser economizado no processo, otimizando a atuação da sua equipe e dando vazão para uma prestação de serviços maior para sua consultoria agrícola.

É tempo sobrando no relógio, qualidade no serviço prestado, segurança na hora de fazer a amostragem e processamento de dados, o principal: é a sua equipe rendendo mais e seus clientes observando isso bem de perto.

Janela entre safras reduzida

O impacto positivo na reorganização das tarefas e do modo operante da sua consultoria agrícola como um todo rende mais tempo disponível para atender mais clientes e novas demandas de trabalho. E tempo é o ponto principal desta segunda barreira que vamos falar agora.

Independentemente de qualquer ação que você tome para otimizar o tempo da sua consultoria agrícola ou aumentar a qualidade dos serviços prestados, um cenário nunca vai mudar: a janela de tempo entre as safras, para atuação e planejamento da sua consultoria, sempre será a mesma.

Mas você quer conquistar novos clientes, não quer? Clientes estes que terão que ser encaixados neste curto período de tempo e que desejam, é claro, receber uma consultoria agrícola de qualidade e ter um planejamento eficiente para a safra que se aproxima.

Pois aqui matamos “dois coelhos com uma cajadada só”, com um cajado chamado tempo otimizado. Lembra da conversa que tivemos ali acima, que uma simples automatização do processo de colagem das etiquetas nos sacos de amostra, economiza mais de 10% de tempo no processo, correto?

Este é apenas um dos pontos em que a economia do tempo pode ser observado na prática, e os outros exemplos você pode sentir estando munido de um bom software para Agricultura de Precisão, uma equipe qualificada e eficiente, entre outros pontos que você vai saber mais ao longo do artigo.

Toda esta economia de tempo nos processos pode – e deve! – ser revertida na conquista de novos clientes, de utilizar os casos de sucesso de parceiros da sua consultoria agrícola que já são clientes satisfeitos para espalhar os pontos positivos de sua equipe e trabalho.

Com isso, pouco importa se é curto o tempo para planejamento e execução das tarefas de sua consultoria para a próxima safra que se aproxima para seus novos clientes. Você terá tempo para organizar tudo com excelência e, com isso, conquistar nesse cliente novo mais economia de tempo, satisfação com relação aos seus serviços e mais reconhecimento à sua consultoria agrícola.

Entre a última colheita e um novo plantio existem milhares de novas oportunidades de crescimento que você deve aproveitar!

Ferramentas com funcionalidades limitadas

Gostamos de utilizar várias metáforas e exemplos descontraídos para analisar alguns cenários vividos pelos consultores, como você já deve ter observado no artigo até aqui.

Agora, acompanhe o raciocínio: de que adianta o mecânico ser muito bom e qualificado, se só utiliza ferramentas velhas ou ultrapassadas no seu dia-a-dia?

Não preciso nem responder, não é?

Funcionalidades incompletas, que entregam uma solução não muito eficiente, que foram desenvolvidas para cenários diferentes da agricultura nacional, suas culturas, peculiaridades de cada região. Softwares que foram trazidos do exterior sem nenhum tipo de adaptação ao cenário agro brasileiro são bem comuns e geram insatisfação para os usuários.

É aqui que está o ponto-chave que falamos lá no começo do texto: ouvir de perto a realidade – e os problemas – dos adeptos das tecnologias de Agricultura de Precisão, conhecer o que buscam, por que sofrem e, com base nisso, desenvolver soluções inovadoras e com a cara dos seus usuários.

É ser útil, eficiente e acessível. Se podemos utilizar a geração automática de uma grade amostral personalizável e mais inteligente (e assertiva) com um único clique, com pontos que podem ter sua posição alterada caso caiam em uma estrada, depósito anterior de insumos ou perto da borda, por que ainda gerar a grade quadrática, não tão eficaz e que é totalmente travada e sem a chance de qualquer tipo de alteração?

Se você pode utilizar um software web e com processamento e armazenamento em nuvem, muito mais rápido e eficiente, que não te prende às paredes do seu escritório e te permite fazer o processamento ali, direto no campo, sem precisar de nenhum tipo de backup, por que ainda apostar nos softwares desktop, lentos, de processamento complexo e que não permitem mobilidade ao seu usuário?

A solução é simples: é a inteligência artificial aplicada ao campo, à realidade da consultoria agrícola e totalmente acessível. É fazer a diferença com parceiros que permitem e incentivam o seu crescimento.

Se você pode usar um sistema que importa automaticamente os laudos laboratoriais, sem você precisar mexer em uma mísera coluna ou célula das planilhas recebidas do laboratório, para que se expor ao risco de erro humano no “copia e cola” de colunas, alterações manuais e outras etapas que um software sem essa automação exige que você passe?

Se você está sentado em uma Ferrari com motor de Fusquinha, ainda dá tempo de puxar o freio de mão e pular fora. Reflita o cotidiano da sua consultoria agrícola, detecte se isso faz sentido e veja a diferença acontecer.

 

Perda do controle de gestão

Se a sua consultoria agrícola está em alta, com um bom crescimento, novos clientes entrando, mas você começa a observar o esgotamento de onde pode chegar com sua equipe atual e com as ações que você toma, está aí mais um ponto que você deve ter detectado.

Vamos analisar mais um cenário hipotético, mas que acontece: a sua consultoria está crescendo em um ritmo muito bom, aumentando a capacidade de prestação de serviços e exigindo que você tome atitudes com relação ao aumento da sua equipe, contratando novos colaboradores.

Com esse crescimento, como você vai manter a gestão de suas equipes (em seus diferentes níveis de colaboradores), sob controle? Ainda mais se estas equipes estiverem espalhadas por diferentes cidades ou regiões…

Por isso é essencial você ter uma ferramenta que permita, não só a gestão das equipes de campo, mas também um sistema efetivo de gerenciamento de permissões para as diferentes camadas de profissionais que atuam sob o seu “guarda-chuva”.

Ou seja, você como gestor tem acesso completo à todas as informações e dados processados por sua equipe, seja pelos consultores, administradores, os responsáveis de campo, os amostradores e, é claro, os clientes, os produtores.
Além de gerenciar de perto cada uma destas ações, você deve ter acesso direto à um sistema de permissões, fazendo um link direto das tarefas e ações que sua consultoria agrícola deve fazer com o responsável direto pela sua conclusão, sem intermediários e otimizando a cadeia produtiva de sua consultoria agrícola.

Cada colaborador de sua consultoria agrícola recebe permissões para acessar – e, nos casos em que isso se aplica, alterar ou inserir – dados e informações referentes e pertinentes somente à sua área de atuação, melhorando a qualidade de controle e a efetuação de suas tarefas, no campo ou no escritório.

Falta de integração das estratégias agronômicas

Dentro de uma mesma fazenda, atendida por sua consultoria agrícola, por exemplo, podem existir diferentes estratégias agronômicas, encabeçadas por diferentes responsáveis, como o consultor de agricultura de precisão, o parceiro da revenda, o responsável pelo manejo geral…

Muitas vezes ocorre uma ruptura da ligação entre essas diferentes estratégias e estrategistas, que dissolvem a ideia de se ter uma estratégia matriz, que reúne em si todas as ações diferentes, seus responsáveis e engloba em si todos os objetivos em comum.

Falta para o consultor agrícola ou o gestor da consultoria agrícola o empoderamento de ter – com fácil acesso e operação – uma visão completa de todas as estratégias diferentes, administrar os pontos de ligação entre si, observar se tudo está correndo bem e se o bastão está sendo passado entre as diferentes etapas (e responsáveis) de maneira eficiente e benéfica para o cliente final.

Não operar somente uma estratégia agronômica para o solo e sua fertilidade… é planejar e  executar ações nas plantas, um olhar apurado para as pragas e doenças, operar com uma visão sistemática e eficiente sobre a prestação de serviço como um todo.

Não é simplesmente, por exemplo, aceitar que o consultor agrícola vai trabalhar somente observando a fertilidade do solo, mas compreendendo qual cultura será cultivada ali, o que foi cultivado anteriormente, qual cultivar será utilizada, quais características devem ser levadas em consideração.

Quanto mais informações dentro desse âmbito, mais integrações entre os diferentes profissionais e áreas, mais eficiente será a prestação de serviço e novos clientes entrarão em seu radar.

Um bom exemplo deste controle maior de informações sobre a lavoura e como utilizar a integração de dados e tudo o que se sabe sobre ela para planejar uma consultoria de sucesso, você pode acompanhar no nosso webinar sobre Zonas de Manejo, que será transmitido ao vivo no dia 24 de agosto, e logo após isso estará disponível em nosso site.

Estes são apenas cinco pontos de auxílio que elencamos e que, temos certeza, são um bom início a ser tomado para que você detecte estes problemas em sua consultoria agrícola, analise seu cenário interno e aplique as correções.

Com certeza novos negócios virão, a expansão da sua consultoria agrícola será consequência disso e, é claro, você pode contar sempre que quiser com as soluções digitais da InCeres para tornar sua fazenda ou negócio cada vez mais inteligente, produtivo e eficiente!