Zona de Manejo na Agricultura de Precisão: o que são e como definir

Zonas de Manejo: o que são e como definir

A Zona de Manejo, estratégia empregada na agricultura de precisão, é uma ferramenta para classificar a variabilidade do solo de acordo com o estudo prévio da área.

Na Agricultura de Precisão, a implementação de tecnologia na lavoura tem como principal objetivo o aumento da eficiência nas atividades de gerenciamento do seu agronegócio e da produtividade, acarretando, como principal consequência, a diminuição dos custos da lavoura. 

Nesse contexto, a Zona de Manejo é uma boa estratégia para gerenciar melhor os processos da sua lavoura. Assim, otimizando os recursos e alcançando melhores resultados.

Quer entender melhor sobre essa estratégia importante para a gestão do seu  agronegócio? Então, continue a leitura para entender o que são e como definir a Zona de Manejo.

O que são Zonas de Manejo

No segmento da Agricultura de Precisão, as Zonas de Manejo ou Unidades de Gestão Diferenciadas (UGD) são áreas de um terreno em que apresentam valores semelhantes, como por exemplo: 

  • Potencial de produção; 
  • Eficiência no uso dos insumos; 
  • Riscos de impacto ambiental.

Esse recurso da Zona de Manejo surgiu a partir da seguinte pergunta: “E se usássemos camadas de informação para buscar regiões que têm características semelhantes?”.

Nesse contexto, as estratégias da Zona de Manejo são uma boa forma de criar subdivisões dentro do talhão e investigar as suas variabilidades. 

Esse recurso permite conhecer as propriedades da área agricultável, possibilitando utilizar melhor os insumos. Dessa forma, otimiza o gerenciamento e eficiência da lavoura em questão.

Para que serve a Zona de Manejo

Nesse quesito, a Zona de Manejo possui as seguintes utilidades:

  • Amostragem de solo com estratégias de relevância ou sub-amostras;
  • Amostragem de pragas do solo, principalmente as que têm baixa taxa de dispersão;
  • Fazer a gestão de sementes, em relação a eventuais problemas de solo;
  • Aplicações em taxa variada para fazer a gestão de insumos.

Quais os benefícios da zona de manejo

Os benefícios da Zona de Manejo estão ligados a maneira e objetivo em que serão usadas. Ou seja, é preciso levar em consideração as utilidades citadas no tópico acima.

Quando essa estratégia é utilizada para trabalhar com a amostragem de solo, possui benefícios como: redução do custo de análise, agilidade no campo e menor custo de coleta.

Caso seja utilizado para trabalhar com a amostragem de pragas, pode trazer  benefícios como: Aumento da eficiência na aplicação de tratamentos químicos e reduções de custo das aplicações. 

Quais os principais fatores para determinar uma zona de manejo

A criação das zonas de manejo podem envolver aspectos físicos, químicos e biológicos do solo em questão, determinando as necessidades da lavoura de acordo com os aspectos analisados e utilizados na determinação das mesmas. 

Dessa forma, o intuito é conhecer o talhão, melhorar a eficiência do uso dos insumos e diminuir os impactos ambientais. Pois, conhecendo os aspectos da propriedade é possível implementar processos mais assertivos.

Esse fatores podem ser determinados com base nos dados gerados, como:

  • Mapa de produtividade;
  • Topografia e relevo;
  • Mapas de condutividade elétrica;
  • Imagens de satélite;
  • Matéria orgânica do solo;
  • Tipos de pragas presentes na área;
  • Análise de textura do solo.

Como definir uma Zona de Manejo

Para definir uma zona de manejo, primeiro é necessário analisar os dados históricos da área, para ter conhecimento da propriedade e criar divisões dentro dos talhões. Afinal, quanto mais informações, mais preciso será o resultado.

Uma vez que cuidar de toda a área e operação da propriedade é uma tarefa muito difícil, torna-se necessário o uso de tecnologias para criar dados de conhecimento da área para gerenciar melhor os recursos de cada parte da lavoura.

Nesse contexto, a InCeres possui uma plataforma web que disponibiliza o acesso a todos os dados processados dos talhões fornecendo informações importantes para o estudo da área e a elaboração das zonas de manejo (UGD) dentro da plataforma. 

A plataforma InCeres apresenta funcionalidades como:

  • Gestão de usuários e atividades;
  • Amostragens inteligentes;
  • Mapas de fertilidade;
  • Mapas de Pragas e análises foliares;
  • Mapas de produtividade e compactação;
  • Imagens de satélite;
  • Álgebra de mapas;
  • Zonas de manejo;
  • Biblioteca e recomendações agronômicas.

Como gerar grades amostrais baseadas nas zonas de manejo na plataforma InCeres web.

A delimitação da zona de manejo envolve métodos de combinações de mapas e informações gerados através de ferramentas de análise e histórico da propriedade. 

Confira o vídeo com o passo a passo de como gerar e editar zonas de manejo na plataforma da InCeres.

Portanto, a zona de manejo é uma estratégia importante para conhecer melhor a propriedade e administrar melhor os processos. Assim, permitindo melhorar o gerenciamento e rentabilidade da sua lavoura. 

Que entender melhor sobre as estratégias e ferramentas para gerenciar e aumentar a produtividade do seu agronegócio? Então, acesse o blog da InCeres para ter acesso a mais assuntos relacionados a agricultura de precisão.  

Recomendado Posts

Nenhum comentário ainda, adicionar a sua voz abaixo!


Adicionar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *