Análise Foliar pode aumentar sua produtividade; saiba como

A análise foliar é uma ferramenta muito útil para realizar análises de eficiência da absorção de nutrientes dos cultivos. Com isso, podendo apresentar, de forma criteriosa, quais os fatores que podem estar envolvidos, ou não, com problemas de produtividade e sanidade da lavoura. 

Mas você sabe como funciona uma análise foliar e de qual forma ela pode auxiliar na interpretação de problemas e na tomada de decisões importantes para a gestão mais assertiva? A InCeres te explica!

Venha conferir:

O que Análise Foliar e quais seus benefícios

A análise foliar, em primeiro lugar, é uma avaliação complementar a análise de solo, em que amostras são submetidas a análises químicas a fim de observar o acúmulo de substâncias presentes nas folhas, e consequentemente a interpretação de excessos ou escassez de nutrientes essenciais para o cultivo em questão.

Dessa forma, esclarecendo a situação nutricional da lavoura e indicando estratégias para o produtor realizar a manutenção correta das aplicações no passar das safras, sempre focando nas metas de produção e operação da fazenda, com isso, aumentando a eficiência no uso e de fertilizantes na propriedade. 

Por que a Análise é importante na Agricultura de Precisão

A agricultura de precisão utiliza tecnologia para auxiliar o produtor da melhor forma, fornecendo estratégias a fim de aumentar a eficiência na gestão da lavoura, contando sempre com as metas estabelecidas pelo produtor. 

Para isso, gerar o máximo de informações é de extrema importância. A análise foliar, nesse contexto, fornece dados importantes para a melhor compreensão dos problemas presentes na lavoura.  

O que você deve evitar na Análise Foliar

Para realizar uma análise foliar, o primeiro passo é coletar as amostras. Nesta etapa é preciso evitar algumas situações que podem prejudicar os resultados.

plantas de milho em pivô central
Na hora de coletar as amostras, é necessário se atentar em alguns detalhes

É necessário se atentar em jamais coletar folhas úmidas, após a aplicação de defensivos agrícolas ou visivelmente danificadas. Além disso, é importante evitar amostras de plantas que ficam perto de onde passam rodovias. Em geral, é preciso coletar mais de 20 folhas, em média 60 dias após o plantio. Contudo, isso não é regra. 

Após a coleta, o recomendável é que o produtor envie a amostra ao laboratório imediatamente. Caso isso não seja possível, é preciso preservar o material em um lugar refrigerado, como uma geladeira ou uma caixa de isopor com gelo.

Como fazer a análise dos resultados

Para facilitar esse processo, a InCeres possui uma plataforma que ajuda nestas questões.

A InCeres é uma empresa que trabalha no ramo da agricultura digital desde 2014, oferecendo soluções tecnológicas para agricultores de todo o país.

Na área da análise foliar, a InCeres oferece um auxílio que irá facilitar esta avaliação, fornecendo soluções de interpolações de resultados em mapas interativos e com a possibilidade de analisar em conjunto com outros dados, tudo dentro de uma plataforma WEB intuitiva e completa. 

Venha conhecer mais sobre a InCeres! Acesse o nosso blog para encontrar muita informação sobre agricultura e produtividade ou entre em contato conosco e fale com um dos nossos consultores.

Até mais!

Recomendado Posts

Nenhum comentário ainda, adicionar a sua voz abaixo!


Adicionar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *