Tipos de Imagem de Satélite para usar na sua lavoura

As imagens de satélite estão entre as inovações tecnológicas mais interessantes e úteis para o desenvolvimento da agricultura. Por meio delas é possível monitorar a lavoura no  decorrer da safra e com isso, contribuindo, juntamente com análises de fertilidade e produtividade, no manejo da área. 

Mas você sabe de qual forma as imagens de satélite auxiliam na produção agrícola?

A InCeres te explica e mostra os benefícios que essa inovação traz para a sua lavoura.

Venha conferir!

Por que imagens de satélite são importantes na agricultura

A utilização das imagens de satélite na agricultura auxilia a monitorar a lavoura desde o pré-plantio até a colheita.

Assim, é possível analisar, por meio de índices vegetativos, o desenvolvimento da lavoura identificando possíveis problemas que podem estar localizados em partes específicas do talhão. 

Imagens de satélite podem auxiliar na gestão agrícola

Dentro da plataforma InCeres, podemos analisar um histórico de imagens, direcionando para o estudo safras anteriores. Estes dados são bastante úteis pois com  a comparação de safras, podemos investigar, juntamente com análises de fertilidade e produtividade, se as estratégias de manejo, tanto de fertilidade como de pragas, estão sendo eficientes na lavoura. 

Há várias formas de calcular índices vegetativos pelas imagens de satélite,entre elas estão o NDVI e o SAVI. Venha entender um pouco mais sobre eles:

NDVI

NDVI é uma sigla para Índice de Vegetação da Diferença Normalizada. Esta é uma das técnicas mais utilizadas para monitorar a vegetação via imagens de satélite.

A adoção do NDVI é pioneira e revolucionou a gestão de muitos campos agrícolas. Venha saber como:

O que é, e para que serve

A NDVI é um índice gerado a partir de imagens em frequências específicas captadas pelos satélites como o Sentinel e o Landsat.  

E a partir disso, podemos calcular índices vegetativos e analisar de forma visual como a lavoura está se comportando no momento em que a imagem foi capturada.

Com esses indicadores é possível gerar uma série de dados que são utilizados para monitorar a lavoura. 

Benefícios

Com o NDVI, os produtores agrícolas conseguem caracterizar, monitorar e comparar sua plantação por meio de dados confiáveis, além disso, investigar como o talhão está se desenvolvendo em partes mais isoladas do talhão, onde o acesso é limitado.

SAVI

O SAVI é outro modelo que faz uso das imagens de satélite para esta mesma finalidade.

A diferença entre ambos é que o SAVI é uma versão do NDVI que passou por algumas modificações. Confira mais sobre:

O que é, e para que serve.

SAVI significa Índice de Vegetação Ajustado ao Solo. Tal como o NDVI, este indicador analisa as condições da lavoura, porém sendo mais indicados em condições específicas, como o pós plantio, onde a lavoura está emergindo e índices como o NDVI não são indicados para esse tipo de situação. 

SAVI na plataforma Web InCeres

Este índice, juntamente com o NDVI, auxiliam no monitoramento da lavoura. 

Benefícios

O maior benefício do índice SAVI é a sua cobertura mais precisa. Deste modo, o SAVI é mais indicado para o início da safra, após o plantio. 

Além desta vantagem, esta medição apresenta todos os benefícios do NDVI. Logo, o SAVI também auxilia no monitoramento e na tomada de decisões assertivas pelo agricultor.

Gostou de saber mais sobre o uso de imagens de satélite na agricultura? Então acesse o blog da InCeres e conheça mais sobre o uso e os benefícios da tecnologia na produção agrícola.

Se desejar outras informações, entre em contato com a InCeres e saiba como as nossas ferramentas ajudam agricultores de todo o país a ter melhor desempenho na safra.

Até mais! 

Recomendado Posts

Nenhum comentário ainda, adicionar a sua voz abaixo!


Adicionar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *