Mais de mil startups do setor foram consideradas em toda a região e apenas 78 foram selecionadas, segundo report do fundo chileno Arpegio.

Somente em setembro deste ano, mais de US $ 400 milhões foram investidos em três startups agrícolas e de tecnologia de alimentos na América Latina.

Em todo o ano de 2019 foram investidos US $ 200 milhões em tecnologia agroalimentar na região, ou seja, em um único mês o investimento do ano passado inteiro foi dobrado.

Esse aumento no investimento foi acompanhado por um crescimento impressionante no número de negócios e para ajudar a entender este mercado em desenvolvimento, o fundo chileno Arpegio lançou o Mapa de Mercado LatAm Agrifoodtech: um panorama visual de alto nível do ecossistema de startups agroalimentar latino-americano.

Mais de mil startups foram consideradas em toda a América Latina e destas, apenas 78 foram selecionadas.

Os critérios de seleção foram baseados em sucesso de crescimento, capital total levantado de investidores profissionais e reconhecimento dos principais participantes do setor. Não foram incluídas empresas listadas publicamente.

O mapa abrange toda a cadeia de valor, desde os insumos agrícolas até as soluções voltadas para o consumidor, deixando de fora apenas verticais relacionadas a animais.

O país mais representado é o Brasil com 26 startups, seguido pela Argentina (18); Chile (15); México (8); Colômbia (6); Peru (2); e um da Costa Rica, El Salvador e Uruguai.

Fonte: arpegio.vc