InCeres no The Wall Street Journal

InCeres no Wall Street Journal

Em reportagem do jornal nova-iorquino, InCeres aparece como solução para agricultores no Brasil

O conflito entre Rússia e Ucrânia, que se prolonga pelo ano de 2022, tem refletido em questões econômicas ao redor do mundo. Não é novidade, por exemplo, que a crise dos fertilizantes, com o aumento do preço dos insumos, afeta milhares de produtores agrícolas em todo o Brasil.

No início do mês de Junho, uma reportagem do The Wall Street Journal, importante jornal diário de Nova Iorque, mostrou que os agricultores brasileiros têm buscado alternativas para mitigar os gastos com insumos e encontrado soluções em aplicações tecnológicas. Além da utilização de equipamentos adequados para otimizar os processos, a matéria assinada pelos jornalistas Vinod Sreeharsha e Samantha Pearson também demonstra que a economia de recursos é uma saída viável para enfrentar a crise.

O caso retratado na matéria em questão é um dos vários exemplos de como a InCeres pode atuar na lavoura. A geração de dados detalhados dos talhões por meio de imagens de satélite proporciona ao agricultor a possibilidade de identificar oportunidades de melhorar sua produtividade.

Tamires Casagrande, a personagem apresentada pela reportagem, explica que enfrentou certo ceticismo quando solicitou que a aplicação de insumos fosse diminuída em determinada região da sua lavoura. Entretanto, os resultados positivos comprovaram a eficiência de sua análise baseada nos dados gerados pela plataforma InCeres.

O uso da tecnologia aplicada ao agronegócio é a forma como a InCeres acredita que pode ajudar milhares de produtores a otimizar os processos da sua lavoura. Nesse sentido, reforçamos que a Agricultura de Precisão fundamentada em dados é uma alternativa sólida não apenas ao enfrentamento da crise dos fertilizantes, mas também para quem deseja obter melhores resultados ao longo de todo o calendário produtivo.

Você pode conferir mais detalhes da reportagem clicando aqui.

Agricultura 4.0: futuro e presente da produção no campo

Capa do Blog Como Aumentar a Produtividade de Soja

Sem dúvidas, as tecnologias atuais contribuem muito para o aumento da produtividade nas lavouras. Por isso, cada vez mais produtores estão investindo na Agricultura 4.0, uma forte tendência no mundo do agronegócio.

Afinal, os avanços tecnológicos são o maior parceiro que os produtores rurais podiam ter. E quanto mais cedo o agricultor entender isso, mais resultados positivos ele terá.

Quer saber mais sobre este tema? A InCeres explica como a Agricultura 4.0 vem conquistando produtores de todo mundo e revolucionado lavouras mundo afora.

Confira!

O que é a Agricultura 4.0

A agricultura 4.0 é a utilização de tecnologias que auxiliam em todos os estágios do plantio, com novos softwares e ferramentas tecnológicas que tornam as atividades agrícolas mais produtivas e sustentáveis. Assim, os produtores conseguem monitorar as variadas etapas da produção, reduzindo o desperdício.

A Agricultura 4.0 utiliza as tecnologias a seu favor

A tecnologia empregada é sempre de ponta, logo, elas são o que há de melhor e mais moderno no mercado. E são utilizados de forma integrada, ou seja, com conectividade rural.

E muito se engana quem acredita que apenas produtores grandes podem se beneficiar destas tecnologias, uma vez que, cada vez mais, pequenos e médios agricultores estão empregando estes sistemas na sua lavoura.

A evolução do agronegócio

Ainda que seja uma das atividades mais essenciais realizadas pela humanidade, a agricultura está muito associada a uma prática primitiva. 

Contudo, o agronegócio apresentou uma nova perspectiva para a atividade. Isso mostra que esta área só tem a ganhar quando usa a modernidade a seu favor.

Inicialmente, as tecnologias agrícolas se restringiam a maquinários e alguns equipamentos que facilitavam o trabalho no campo. 

Porém, nas últimas décadas, a digitalização da lavoura é bem mais precisa, presente em todas as etapas do processo agrícola. Agora, vamos abordar como de fato a agricultura 4.0 atua no dia a dia da produção.

Como é feita a Agricultura 4.0

Para a aplicação da agricultura 4.0, é necessário fazer um uso integrado dos diversos sistemas tecnológicos que existem.

Logo, isso envolve várias ferramentas, que utilizadas em conjunto trazem bons resultados. Venha conferir quais são eles:

Gestão de dados

Em primeiro lugar, a digitalização no campo permite que um enorme número de dados sejam gerados. Dessa forma, as medidas se tornam mais eficazes para o aumento da produtividade. 

Além disso, a inteligência tecnológica também ajuda a pôr em prática recomendações mais acuradas à real necessidade em campo. Assim, todo monitoramento dos resultados possibilitam medidas mais eficientes e, consequentemente, mais geração de dados da lavoura.

Como existem várias tecnologias disponíveis, o produtor tem liberdade de escolher qual delas empregar na sua lavoura. Entre as mais utilizadas, podemos citar:

  • Análise de atributos químicos, físicos e biológicos do solo, que auxiliam o agricultor a tomar decisões relacionadas à hora de repor nutrientes ao solo, a real condição da porosidade e da biologia do solo; 
  • Análise da Qualidade da Colheita,  que é a operação no final do ciclo produtivo da cultura, a fim de verificar onde a produção tem menos qualidade, para que o problema seja corrigido posteriormente.

Telemetria

Outra tecnologia utilizada na Agricultura 4.0 é a telemetria, um sistema que auxilia a gestão do campo a distância. Por meio dela é possível realizar os mais diversos procedimentos na lavoura com muita precisão, sem precisar estar presente nela.

De forma remota, as informações são coletadas dos maquinários utilizados na produção. Assim, por meio de sensores, os dados são recolhidos, armazenados e utilizados posteriormente.

Podemos citar que a telemetria ajuda a coletar informações como: o consumo de combustível; a área em que o equipamento trabalhou; a velocidade em que ele operou; a eficiência; os momentos ociosos e diversos outros dados importantes para a produtividade agrícola.

Drones

Os drones são fiéis aliados para quem utiliza as tecnologias no campo. Uma vez que eles chegam em todos os lugares com bastante rapidez. Além de conseguirem identificar coisas que os olhos humanos deixam passar.

Os drones são equipamentos utilizados na Agricultura 4.0
Os drones são equipamentos utilizados na Agricultura 4.0

Entre as diversas funções exercidas por um drone, podemos citar a identificação de talhões que precisam de mais cuidados. Assim como a detecção de elementos irregulares no plantio e a avaliação da saúde das plantas.

Quais as vantagens da Agricultura 4.0

Como é possível perceber, não é à toa que a Agricultura 4.0 está ganhando cada vez mais espaço nas plantações modernas.

Por isso, vamos detalhar um pouquinho mais as vantagens de empregar tecnologias no campo:

Agricultura de Precisão

A agricultura de precisão é aquela que utiliza tecnologias para averiguar se está tudo certo com a lavoura. Ela faz isso de forma extremamente precisa, por isso é nomeada desta maneira.

Com a Agricultura 4.0, este sistema de gerenciamento do campo traz ainda mais informações ao produtor. 

Decisões assertivas

A inteligência tecnológica também oferece recomendações para otimizar a produção. Com isso, o agricultor consegue fazer resoluções bem embasadas, com grandes possibilidades de sucesso.

Na fase inicial, por exemplo, as decisões assertivas devem estar voltadas ao planejamento pré-safra. Neste momento, é possível optar pela melhor região para aplicar recursos, além de comprar os insumos corretos e em quantidades adequadas.

H3: Monitoramento da Operação

Após tomar a decisão, a aparelhagem tecnológica ainda ajuda a monitorar os resultados delas. Assim, é possível avaliar quais decisões foram mais assertivas e quais deverão ser modificadas.

Por meio da telemetria, este monitoramento pode ser realizado à distância, o que facilita todas as fases do processo agrícola. Visto que o trabalho deixa de ser feito manualmente e passa a contar com a ajuda das melhores tecnologias.

Controle eficiente de pragas

Com este tipo de agricultura ainda é mais fácil de controlar um dos maiores receios dos produtores: as pragas.

Por meio dela é possível detectar estes males o quanto antes. Além de aumentar a eficácia na aplicação dos defensivos. 

Sustentabilidade

A Agricultura 4.0 é mais benéfica para o meio ambiente, tendo em vista que a rapidez e a utilização correta de recursos, evitam desperdício, e respeitam as limitações do ambiente natural. Isso a torna bem mais sustentável.

Além disso, ela aumenta as chances de sucesso da colheita. Assim, é possível plantar em menos área e ter o mesmo desempenho que  áreas maiores.

Aumento da produtividade geral

Por fim, todas essas vantagens levam a um só caminho: o aumento da produtividade..

Logo, o alavancamento da produção pode ser sentido por todos os beneficiários da cadeia produtiva, desde os agricultores até os compradores finais.

A InCeres e a Agricultura 4.0

Quer aplicar a agricultura 4.0 na sua produção? A InCeres faz isso por você.

Nossa empresa trabalha com um software moderno, que oferece soluções tecnológicas para produtores rurais de todo o país; mostrando que a agricultura digital é a melhor alternativa para o futuro da produção agrícola. 

Venha conhecer mais sobre a InCeres e o uso de tecnologia nos campos. Acesse o nosso blog e fique por dentro destes assuntos.

Até mais!

Tipos de Imagem de Satélite para usar na sua lavoura

As imagens de satélite estão entre as inovações tecnológicas mais interessantes e úteis para o desenvolvimento da agricultura. Por meio delas é possível monitorar a lavoura no  decorrer da safra e com isso, contribuindo, juntamente com análises de fertilidade e produtividade, no manejo da área. 

Mas você sabe de qual forma as imagens de satélite auxiliam na produção agrícola?

A InCeres te explica e mostra os benefícios que essa inovação traz para a sua lavoura.

Venha conferir!

Por que imagens de satélite são importantes na agricultura

A utilização das imagens de satélite na agricultura auxilia a monitorar a lavoura desde o pré-plantio até a colheita.

Assim, é possível analisar, por meio de índices vegetativos, o desenvolvimento da lavoura identificando possíveis problemas que podem estar localizados em partes específicas do talhão. 

Imagens de satélite podem auxiliar na gestão agrícola

Dentro da plataforma InCeres, podemos analisar um histórico de imagens, direcionando para o estudo safras anteriores. Estes dados são bastante úteis pois com  a comparação de safras, podemos investigar, juntamente com análises de fertilidade e produtividade, se as estratégias de manejo, tanto de fertilidade como de pragas, estão sendo eficientes na lavoura. 

Há várias formas de calcular índices vegetativos pelas imagens de satélite,entre elas estão o NDVI e o SAVI. Venha entender um pouco mais sobre eles:

NDVI

NDVI é uma sigla para Índice de Vegetação da Diferença Normalizada. Esta é uma das técnicas mais utilizadas para monitorar a vegetação via imagens de satélite.

A adoção do NDVI é pioneira e revolucionou a gestão de muitos campos agrícolas. Venha saber como:

O que é, e para que serve

A NDVI é um índice gerado a partir de imagens em frequências específicas captadas pelos satélites como o Sentinel e o Landsat.  

E a partir disso, podemos calcular índices vegetativos e analisar de forma visual como a lavoura está se comportando no momento em que a imagem foi capturada.

Com esses indicadores é possível gerar uma série de dados que são utilizados para monitorar a lavoura. 

Benefícios

Com o NDVI, os produtores agrícolas conseguem caracterizar, monitorar e comparar sua plantação por meio de dados confiáveis, além disso, investigar como o talhão está se desenvolvendo em partes mais isoladas do talhão, onde o acesso é limitado.

SAVI

O SAVI é outro modelo que faz uso das imagens de satélite para esta mesma finalidade.

A diferença entre ambos é que o SAVI é uma versão do NDVI que passou por algumas modificações. Confira mais sobre:

O que é, e para que serve.

SAVI significa Índice de Vegetação Ajustado ao Solo. Tal como o NDVI, este indicador analisa as condições da lavoura, porém sendo mais indicados em condições específicas, como o pós plantio, onde a lavoura está emergindo e índices como o NDVI não são indicados para esse tipo de situação. 

SAVI na plataforma Web InCeres

Este índice, juntamente com o NDVI, auxiliam no monitoramento da lavoura. 

Benefícios

O maior benefício do índice SAVI é a sua cobertura mais precisa. Deste modo, o SAVI é mais indicado para o início da safra, após o plantio. 

Além desta vantagem, esta medição apresenta todos os benefícios do NDVI. Logo, o SAVI também auxilia no monitoramento e na tomada de decisões assertivas pelo agricultor.

Gostou de saber mais sobre o uso de imagens de satélite na agricultura? Então acesse o blog da InCeres e conheça mais sobre o uso e os benefícios da tecnologia na produção agrícola.

Se desejar outras informações, entre em contato com a InCeres e saiba como as nossas ferramentas ajudam agricultores de todo o país a ter melhor desempenho na safra.

Até mais! 

Como fazer uma Consultoria Agrícola de valor

Consultoria Agrícola: veja como melhorar seu atendimento

Na consultoria agrícola é feita uma análise criteriosa das áreas do agronegócio. Orientando o produtor a tomar decisões mais inteligentes.

Considerando o avanço da tecnologia nos processos dentro do campo, é importante as consultorias para ajudar o produtor a lidar com esses novos recursos que vem surgindo. Tanto na área administrativa, como na produção rural.

Quer entender como fazer uma consultoria agrícola de valor? Então, continue a leitura.

O que é uma Consultoria Agrícola

A consultoria agrícola tem o intuito de identificar um problema ou oportunidade do agronegócio. Assim, fornecendo um direcionamento tanto na área administrativa como nos processos de produção.

Essas informações são disponibilizadas pelo consultor ao produtor, em um relatório que irá ajudar na tomada de decisões e no planejamento das estratégias.

Desse modo, a consultoria agronômica é uma maneira de observar as necessidades do negócio pelo olhar de um especialista de fora, para que não haja interferências na análise.  

Onde uma consultoria agrícola atua 

A consultoria agronômica pode abranger muitas áreas do agronegócio, incluindo a parte administrativa e de produção, em que precisam de um direcionamento para tomadas de decisão.

Nesse contexto, confira algumas áreas que um consultor agrícola pode atuar:

Administração Rural

A consultoria agrícola atua diretamente na  administração rural e envolve planejamento e controle amplo da fazenda. Esse serviço implica atividades em áreas como:

  • Produção: área ligada ao controle de produtos, insumos e fatores de produção;
  • Comercial: área ligada ao controle da venda dos produtos;
  • Financeiro: área ligada ao controle do capital do negócio, como despesas e lucro;
  • Recursos Humanos (RH): área ligada ao controle e cuidados com os funcionários.

Dessa forma, a consultoria tem o intuito de auxiliar o produtor a tomar as melhores decisões para o seu agronegócio.

Planejamento de Safra

A consultoria agrícola voltada para o planejamento de safra envolve a criação de um plano de ação para administrar os processos durante o período de safra. Considerando as fases de:

  • Pré-safra;
  • Avaliação do solo;
  • Identificação de pragas;
  • Calendário agrícola.

Otimização dos processos na lavoura

A consultoria agrícola voltada para a otimização de processos envolve analisar e entender o agronegócio, adequando o sistema para atender melhor às necessidades, sem desperdício..

Desse modo, utiliza ferramentas de controle para melhorar a gestão rural, a  utilização de insumos, e todos os planejamentos técnicos necessários. Com a consultoria, o produtor e os funcionários saberão como utilizar um software de controle da melhor forma.

Assim, poderão ter acesso a dados importantes para embasar as estratégias e conectar todas as partes da propriedade de uma maneira mais completa e digital.

Dicas para uma Consultora Agrícola de valor

De grande influência nas decisões que serão tomadas pelo produtor em seu negócio, a consultoria agronômica  é importante para se ter uma análise precisa e imparcial sobre todas as informações da área observada.

Confira alguns pontos que podem ser adotados para apresentar uma consultoria de valor:

Organize-se

A organização é um fator que influencia diretamente na evolução da consultoria. É preciso ter um bom planejamento dos processos e armazenamento das informações.

Nesse caso, é indicado a criação de um cronograma e o uso de um sistema para organização das informações.

Conheça seus clientes

Um dos passos mais importantes para uma consultoria de valor é conhecer seus clientes. Afinal, como orientar sem ter informações para se embasar?

Dessa forma, é importante que o consultor pesquise o mercado em que o cliente está inserido e a história do seu negócio. Também é preciso entender o nível de instrução e experiência de cada cliente.

Assim, será possível estabelecer uma comunicação mais clara e eficiente. Em alguns casos sendo necessário uma linguagem mais prática, e em outros casos mais técnica.

Personalize o atendimento

Como foi dito no tópico anterior, cada cliente possui uma forma de comunicação e necessidades diferentes. Por isso, é importante que o atendimento seja personalizado.

Afinal, o consultor deve se adaptar a cada cliente para que possa orientá-lo da melhor forma. Evitando que a consultoria seja desperdiçada pela dificuldade da comunicação.

Domine as ferramentas

O avanço e surgimento de novas tecnologias agrega melhorias e agilidade aos processos do agronegócio. Por exemplo, sensores GPS que contribuem com a  coleta de dados, e softwares que auxiliam no gerenciamento do negócio. 

Por isso, é importante que o consultor domine essas ferramentas e  oriente o produtor rural a aplicar processos mais práticos e inteligentes.

Um exemplo de ferramenta que pode ser utilizada para a gestão do negócio agro, é a plataforma da InCeres.

O que a Plataforma InCeres faz por você

A InCeres é uma empresa especializada na agricultura digital. Possui a plataforma agro mais completa do Brasil, que permite gerenciar o seu negócio em qualquer região.

Por isso, com a plataforma todos os dados dos talhões e das fazendas são organizados em um formato que permite ter uma visão de tudo que está acontecendo.

Na área da consultoria agrícola, a InCeres oferece dados precisos sobre as áreas. Confira as funcionalidades da plataforma:

  • Gestão de usuários e atividades;
  • Amostragens inteligentes;
  • Mapas de fertilidade do solo;
  • Mapas de pragas e análises foliares;
  • Mapas de produtividade e compactação;
  • Imagens de satélite;
  • Álgebra de mapas e zonas de manejo;
  • Biblioteca e recomendações agronômicas;
  • Controle e análise das operações no campo com Business Intelligence;
  • Tomada de decisões mais seguras;
  • Auxílio na elaboração de um relatório pós-safra.

Quer melhorar a sua consultoria agrícola trabalhando com a plataforma agro mais completa do Brasil? Então, entre em contato com um consultor InCeres para agendar uma demonstração.